quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015
Título: Soy Loco Por Ti, América!
Autor: Marcos Rey
Apresentação João Antônio 
Editora: Global 
Ano: 2005
Comprar: Nos seguintes sites: Americanas, Submarino, Livraria Saraiva, Livraria Cultura e Livraria Folha


Resenha:

São sete contos que Marcos Rey coloca todo seu estilo, todo os seus marginais e seus particulares. E cada conto é dedicado a alguém, vamos aos contos:

A enguia
Para Walter George Durst

O crime perfeito, durante anos sem que ninguém desconfiasse. Até que o marginal tenta expressar sua bondade, sua solidariedade. Como diz o ditado: ...quando a esmola é demais o santo desconfia.


O locutor da madrugada
Para Beatriz Camargo Rocha Correa 

Mulher que sempre está sozinha e frustrada, sempre faz loucuras, sem medir as consequências. O problema é quando ela fica imaginando, sonhando. Mas quando dá de frente com a realidade, percebe que o sonho é mil vezes melhor.


O bar dos cento e tantos dias
Para Jair Bittencourt

O bar dos desocupados e desempregados. São todos amigos quando estão na pior, precisando de ajuda, mas quando um deles sai da lama, este esquece completamente os pobres coitados que ficaram no bar.


A escalação 
Para Lenita Miranda de Figueiredo

Nojento. Simplesmente não tenho estômago para um grupo de pseudo-intelectuais, que fazem qualquer coisa para ficar diante dos holofotes, pra serem as celebridades da vez. 


O adhemarista 
Para Pedro Berilacqua

Os fanáticos são um perigo constante para humanidade. Pior quando estes estão ligados à política. Fico escandalizada como essas pessoas perdem o bom senso, a noção da realidade, a cabeça e a razão.


Primeira epístola aos difamadores
Para Paulo Bento Nogueira

Amigo traidor, safado! Mas o pior de tudo é a covardia da pessoa, como consegue? Não consegue enxergar seus erros, acredita que tudo que faz é com boas intenções. Como diz o ditado: ...de boas intenções o inferno está cheio.

Soy loco por ti, América!
Com música de Gilberto Gil, 
interpretada por Caetano Veloso

Uma festa, com muito álcool e éter, só poderia dar numa série de conflitos. Como diz o autor: ...conflitos orais e musculares, oriundos de choques e entrechoques de idéias ou consequências de antigas ou instantâneas antipatias...



Contra Capa:

Retratista da cidade de São Paulo e de toda uma época, Marcos Rey registra em sua obra os elementos humanos e culturais que moldam o próprio país.

Em Soy loco por ti, América! Ele resgata personagens de um tempo que estava chegando ao fim e exercita o humor, que diz ter aprendido com Machado de Assis: "Todo drama tem de ter uma boa dose de humor, a melhor forma de apresentar uma crítica".

São sete contos em que o autor, com seu estilo vigoroso, nos apresenta um quadro sem retoques da sobrevivência humana: "dessa máquina de moer gente ninguém sairá inteiro".



Sinopse:

"(...) Nas sete histórias de Soy loco por ti, America!, a temática é o capitalismo selvagem de nossas grandes capitais. E que não deram certo - sujeitas a um 'desenvolvimento' forçado, apressado e imediatista, sem nenhum tempo de defasagem e, muito menos, de preparação humana. O caleidoscópio de Marcos Rey reflete uma feira de ilusões, e necessidades, atropelada pelo ritmo de seus problemas. Logo, insuportável e neurotizante: dessa máquina de moer gente ninguém sairá inteiro, sejam falsários, radialistas da madrugada, esposas mal-amadas, publicitários ou escribas mambembes, atores, atrizes e diretores, cabos eleitorais ou motoristas de táxi, prostitutas ou cafetinas, ricos, pobres, dependentes e pingentes urbanos e até os alegres rapazes e menininhas em flor pré-64, da lamentável esquerda-festiva-etílico-lítero-perfumada-musical. Uma qualidade apreciável acompanha esse conteúdo fecundo - despojamento completo. Sequer há truncarem ou golpes de estilo e pesar de que, Marcos Rey, sustenta-se como um dos autores de maior fabulação entre os que escrevem sobre sobrevivência urbana nos dias que correm."

2 comentários:

  1. Obrigada, vc me ajudou muito para um trabalho escolar... Mesmo vc ter postado só em 2015 kkkkk mas obrigada..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karollina, fico muito feliz por ter te ajudado... Bjs

      Excluir

Quem sou eu

Minha foto

Sou Jornalista, artesã, corredora(pelo menos tô começando), leitora fanática..., mas tem a cara de pau de achar que ainda pode dar conta de um blog, acredita?

Facebook

Visualizações

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquise no blog

Meus livros no Skoob

Instagram

Popular Posts

Goodreads

Adriana's books

This Calder Sky
5 of 5 stars
Os Donos da Terra Janet Dailey Isabel Paquet de Araripe A Saga da Família Calder 01 Record 1983 Já devo ter mencionado, em outra resenha de algum livro da Janet Dailey, mas é necessário reforçar. Os personagens que está autora cria são ...
The Unexpected Millionaire
5 of 5 stars
Inesperado Susan Mallery The Million Dollar Catch 02 Harlequin 2014 Meu Deus!!! Como não se apaixonar por Willow? Impossível, é uma personagem cativante, hilária, espertinha, carinhosa e solidária. Não é atoa que Kane se apaixona d...
Das Kartengeheimnis
5 of 5 stars
O Dia do Curinga Jostein Gaarder Cia. Das Letras Ano: 1999 Já vou avisando, qualquer exagero, disparate, heresia ou algo que valha; escrito por mim nesta resenha, não pode ser classificado com absurdo, ok? Porquê? Muito simples. Sou ...
1808
5 of 5 stars
1808 Laurentino Gomes Planeta 2009 Apesar de estar ligado à história, Laurentino Gomes não é historiador ou biografo. Ele é jornalista. Por isso, talvez, posso dizer que este livro tem uma linguagem e uma compreensão dinâmica. Com mu...
Dance to the Piper
5 of 5 stars
Maddy Nora Roberts Os OHurley 02 Harlequin 2014 Não há dúvidas que Maddy é a mais maluquinha das trigêmeas. Identifiquei-me com muito com ela. É uma pessoa positiva, sem medo de arriscar e encarar o desconhecido. Quando se apaixona...

goodreads.com

Translate

Follow by Email