sexta-feira, 30 de outubro de 2015
Título: O Último Mamífero do Martinelli
Autor: Marcos Rey
Editora: Ática
Ano: 1993
Comprar: Nos seguintes sites: Amazon, Americanas, Submarino, Livraria Saraiva, Livraria Cultura, Livraria Folha 


Resenha:

A resenha é para aqueles que não conhecem os livros adultos de Marcos Rey. Minha geração aprendeu a ter gosto pela literatura com seus livros infanto-juvenil, principalmente com os de mistério e ação.

Marcos Rey marcou a vida de uma geração que através de seus livros vibrantes e instigantes. Em O Último Mamífero do Martinelli não é diferente, você começa a ler e continua, continua querendo chegar na próxima página para saber o que vai acontecer. É viciante.

Normalmente, seus personagens não são convencionais, pelo contrário, tem quase um pé na marginalidade, são boêmios e estão impregnados desta Metrópole, que se ama e se odeia ao mesmo tempo. A cidade de São Paulo (como Marcos Rey sabe como ninguém) não é para ser compreendida e sim aceita como ela é de pedra e concreto.

Neste romance o autor nos surpreende com um personagem solitário e imaginativo. Um homem perseguido, que encontra refúgio no primeiro arranha-céu de São Paulo. O edifício Martinelli vai abrigar toda a paranóia e realidade do personagem sem nome e sem destino.

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Contra Capa:

Procurado pela polícia, por contestar o governo militar, aquele homem solitário encontra refúgio no edifício Martinelli, primeiro arranha-céu de São Paulo, então fechado para uma reforma completa.

No isolamento do antigo edifício, entre os vários objetos que encontra - máquina de escrever, placas de velhos estabelecimentos, um bilhete cujo destinatário se perdeu - parece descobrir uma porta para o passado. A partir daí, quem pode dizer qual o limite entre imaginação e realidade? 

Em O último mamífero do Martinelli, Marcos Rey, um mestre na narrativa de ação e mistério, cria uma história envolvente em que o Tempo revela seus intrigantes paradoxos.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015
Título original: The Monarch And The Mom
Título: Obra do Acaso
Autor: Leanne Banks
Tradução: Maria Vianna
Série: Especial Coração de Mãe 01.3
Editora: Harlequin
Ano: 2015
Comprar: É possível compra no site www.harlequinbooks.com.br e www.amazon.com.br ou em uma boa banca de jornais.


Resenha:

Quando a história é boa não importante se o enredo é mega batido. "Obra do acaso" é assim, um erro numa inseminação artificial leva o príncipe Alexandre a acreditar que precisava casar com a mestra em ciências da computação Sophie.

Leanne Banks encontrou meios muito sutis para dar uma nova roupagem a um texto muito utilizado. Principalmente no que diz respeito aos protocolos insuportáveis da realeza.

Todos já estão cansados de saber que sou extremamente crítica com textos onde a realeza está presente. Há poucas estórias que passaram pelo meu crivo, quando o assunto é esse povo de palácios fico com os meus dois pezinhos atrás.  

Mas neste caso tiro meu gorro (pois tá um frio de matar em Sorocaba) para "Obra só Acaso". Texto inteligente, com personagens criativos e com muito bom senso. O que é um alento numa noite fria de inverno.

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Contra Capa:

Obra do Acaso
Leanne Banks

Quando Sophie Hartman fez inseminação artificial, jamais poderia ter imaginado que em breve conheceria o pai de seu filho em pessoa: o príncipe Alexandre Dumont. E ele veio para casar!



Sinopse:

Querida leitora,

No mês das mães a Harlequin lança mais uma novidade. A edição especial Coração de Mãe, com três histórias inéditas escritas por grandes damas do romance: Diana Palmer, Sherryl Woods e Leanne Banks. Mas esse livro não é dedicado apenas às leitoras com filhos. Especial Coração de Mãe é para todas as fãs de nossos romances que estão sempre em busca de mais uma história, de mais um enredo, de mais uma paixão... Pois em seus corações, assim como nos maternos, sempre cabe mais uma emoção!
terça-feira, 27 de outubro de 2015
Título: Hiroshima: Meu Humor
Autor: Henfil
Editora: Geração
Ano: 1994
Comprar: Nos seguintes sites: Amazon, Americanas, Submarino, Livraria Saraiva, Livraria Cultura, Livraria Folha 


Resenha:

Henfil como sempre genial, neste livro podemos nos deliciar com humor crítico que é uma característica marcante nos quadrinhos do cartunista.

Este livro reúne as charges do ano de 1965. Ano que o autor foi agraciado com o prêmio "CID" como melhor chargista mineiro.

Os assuntos são variados como: Guerra no Vietnã e Outras Guerras, Datas Comemorativas do Calendário, Segurança Pública, Futebol, Concílio, Ku-Klux-Klan, Astronautas, Animais, Políticos, Lacerda, Morte, entre outros assuntos.

Tudo com muito humor e uma saudade dolorida deste mineiro maravilhoso.

RECOMENDADÍSSIMO!!



Contra Capa:

"Morro, mas meu desenho fica"
-Henfil



Sinopse: 

História 
resgatada

A imprensa brasileira, como nenhuma outra, dá inusitada importância às efemérides, comemorações e datas redondas. Dez anos disso, vinte daquilo, cinquenta daquilo outro. Estranhamente, quase ninguém se lembrou dos 50 anos do Henfil. Talvez porque lembrar sua estúpida morte seja um incômodo para qualquer um de nós. Talvez porque não queiram, mesmo. Talvez porque estamos esquecendo tudo.

Henfil teria completado 50 anos em 1994, se não tivesse sido assassinado pela incompetência de nossos governantes, que levaram à saúde pública do Brasil ao caos. Henfil morreu de Aids contraída numa transfusão de sangue, num desses matadouros que ainda chamamos, não se sabe por que, de hospitais. 

Sua morte causou indignação, mas semanas depois ninguém falava mais disso. É outra praga de nossa cultura: brasileiro não tem memória, ou esquece tudo muito rápido. É doloroso admitir que Henfil está sendo esquecido. Enquanto foi vivo, este notável artista incursionou não só pelos quadrinhos críticos - seu ponto mais forte - mas também pela literatura, teatro, cinema e televisão.

A Geração Editorial, que está reeditando seus trabalhos clássicos - Fradim, Graúna, Ubaldo, o Paranóico - quer, com isso, manter viva a memória e a arte do grande Henfil.

Estamos meio solitários em nosso intento. Que coisa estranha: salvo Carlito Maia, que um dia comparou Henfil a Jesus Cristo, num evidente (e comovente) exagero, os muitos amigos de Henfil parece que não gostam de lembrar dele.

Não tem importância: seguimos com nosso projeto e estamos relançando agora este "Hiroshima, meu Humor", o livro de estréia de Henfil. É espantoso descobrir que, assim com Fradim, Graúna e Ubaldo, também este livro pode ser lido sem que pareça irremediavelmente datado.

Tem quase 30 anos e remete-se a fatos que parecem superados: o golpe de 64, a Guerra do Vietnã, o surgimento da pílula anticoncepcional, o comunismo e o anticomunismo, e por aí vai.

A leitura de "Hiroshima, meu Humor" é mais saborosa para quem viveu aqueles tempos, mas também a nova geração - esta que já vê os anos 60 e 70 como passado quase distante - pode deleitar-se com estes traços e estas palavras cortantes, está ironia fina, essa compaixão na própria crueldade, digamos assim, com que se contempla alguns fatos de nossa história.

"Hiroshima, meu Humor", não é só mais um livro antigo que se reedita. É algo precioso que se resgata do passado não como uma relíquia, uma homenagem a alguém que admiramos ou coisa parecida. É História. Pura História.
-Luiz Fernando Emediato
Editor
quinta-feira, 22 de outubro de 2015
Título original: Beauty And The Best Man
Título: Prova de Paixão
Autor: Maureen Child 
Tradução: Lígia Chabu
Série: A Dinastia dos Lassiters - Prólogo
Editora: Harlequin
Ano: 2015
Comprar: É possível compra nos sites: www.harlequinbooks.com.br e www.amazon.com.br ou em uma boa banca de jornais.


Resenha:

História curta, mais muito gostosa e vai nos dar um panorama do que vem por aí nos próximos volumes.

Neste prólogo além de conhecer todos os personagens da série “A Dinastia dos Lassiters”. Conhecemos Matt e Kayla, que a nove meses atrás, tiveram uma noite de amor simplesmente arrebatadora.

Com medo, Matt foi covarde e deixou Cheyenne, no Wyoming e foi para Califórnia sem ao menos dizer adeus para Kayla. Com essa atitude é difícil não acreditar que Matt é um canalha cafajeste.

Passado os benditos nove meses, sem conseguir esquecer Kayla, Matt volto e tentando reconquista a mulher que colocou sua vida organizada, de pernas pro ar.

Só que desta vez Matt vai ter que sambar miudinho para que a bela lhe de uma segunda chance.

Na realidade até compreendo a covardia de Matt. Mas é impossível não concordar com o ponto de vista de Kayla.

Kayla é fantástica, apesar de estar apaixonada pelo covarde, sempre tem umas palavras acidas para o bonitão de olhos verdes, o deixando sem palavras. Ela sempre consegue o deixar sem fala.

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Contra Capa:

Prova de Paixão

O milionário Matt Hollis nunca deixou que uma mulher influenciasse sua carreira. Mas durante o casamento de seu melhor amigo com uma das herdeiras dos Lassiters, o coração de Matt foi roubado pela madrinha da noiva. Kayla Prince é muito mais do que ele havia planejado. Contudo, ela está dividida. Matt a deixara por um negócio em Los Angeles e agora a quer de volta? Ainda que ele a tivesse enganado no passado, parecia que a segunda vez seria para valer. Entretanto, uma noite fatal colocaria à prova o relacionamento.
domingo, 18 de outubro de 2015
Título: A Morte Tem Sete Herdeiros
(À Noite Em Que Agatha Christie visitou Jacuruçunga)
Autor: Stella Carr & Ganymédes José
Editora: Moderna 
Ano: 2003
Comprar: Nos seguintes sites: Amazon, Americanas, Submarino, Livraria Saraiva, Livraria Cultura, Livraria Folha 


Resenha:

Este livro é ideal para quem está iniciando nos prazeres da leitura. Sei que o livro é para adolescente, mas acredito que uma pessoa que não está habituada a ler com frequência ou que diz não gostar de ler. Pode, sem duvido alguma a partir deste livro, criar um interesse é porque não dizer se apaixonar pela literatura. Porque não?

O livro é de fácil compreensão, texto amarradinho, chama o leitor, o impulsiona a ler página por página para descobrir o verdadeiro mistério. Sem falar da bela homenagem a uma das maiores autoras de mistério da história: Agatha Christie.

Um senhor rico morre, sem filhos, com sete sobrinhos para disputar sua herança. Para descobrir quem realmente vai ficar com toda a herança, os sobrinhos devem passar a noite no casarão até o dia seguinte. É o ponto de partida para todo o mistério, pois os possíveis herdeiros são "assassinados" no meio da noite. 

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Contra Capa:


STELLA CARR & 
GANYMÉDES JOSÉ


A  MORTE  TEM  SETE  HERDEIROS


Um mistério para rir
dos herdeiros e
até da própria morte!


Uma sátira aos livros de mistério, para morrer de rir. Em vez de um lorde inglês, temos um caipira novo-rico. Em vez de sete comportados e insuspeitíssimos herdeiros, sete amalucados brasileiros, todos extremamente suspeitos por suas trapalhadas. Em vez de um assassinato clássico... bem, só lendo mesmo!
quarta-feira, 14 de outubro de 2015
Título original: A Seal’s Seduction
Título: Sedução
Autor: Tawny Weber
Tradução: Tina Jeronymo
Série: Sexy Seal’s 01
Editora: Harlequin
Ano: 2014
Comprar: É possível compra nos sites: www.harlequinbooks.com.br e www.amazon.com.br ou em uma boa banca de jornais.


Resenha:

É simplesmente impossível não se apaixonar pelo fuzileiro Blake Landon. Pense em tudo que você deseja num homem, física e emocionalmente, pensou? Pois bem, Blake é esse homem perfeito.

A cientista Alexia Lane, nem pensou, caiu de cabeça e adorou. Mas, para tristeza geral: Blake é um militar e Alexia tem um regra na sua vida, nunca em hipótese alguma se envolver com militares. E como ela é certinha nunca quebra sua próprias regras. E deixa o lindo fuzileiro a ver navios.

O problema é que o belo militar a faz sentir muito mais do que ela um dia pode sonhar. Agora cabe a Alexia rever suas convicções e dar uma chance ao amor e ao sexo.

Deus queira que ela tenha bom senso!!!!

RECOMENDADÍSSIMO!!!!



Contra Capa:

Sedução 

O fuzileiro naval Blake Landon conhece o regulamento do início ao fim e o cumpre com precisão.Mas quando uma missão termina em tragédia, todo o seu pelotão é afastado por duas semanas. Para sua sorte, Blake encontra uma ruiva estonteante e percebe que regras, principalmente as de sedução, apenas existem para serem quebradas.

A cientista Alexia Lane só pensa em sexo. Em parte, por causa de seu trabalho, mas, sobretudo porque deseja um homem que faça o seu sangue ferver. Ela tem apenas uma restrição: não namora militares. Mas o corpo fascinante de Blake exala prazer por todos os poros, e Alexia não consegue resistir. Ela estava a um passo de atingir o nirvana quando descobre que ele é um fuzileiro. E se uma regra é quebrada, é praticamente certo que as outras também serão...
sábado, 10 de outubro de 2015
Título: Identidade 
Autor: Brooke J. Sullivan
Editora: Planeta Literário
Ano: 2015 
Comprar: É possível compra no site www.amazon.com.br


Resenha:

Devo admitir que depois de quase três décadas lendo dos clássicos aos contos eróticos mais chinfrim, acreditava que nada mais poderia me surpreender positivamente. É obvio que sempre fico empolgada, feliz, choro, rio e também me decepciono com os livros que leio. Mas ser surpreendida é fato raro.

Já li tantos livros bons e ruins, que é difícil não comparar uma história com a outra. O que não quer dizer absolutamente nada. Porque todos esses textos tem suas diferenças e muitas vezes os autores conseguem contar a mesma história com uma nova roupagem ou por um novo ângulo. 

Fui completamente surpreendida por esse livro “Identidade” e com a autora que não se sabe quase nada. Mas vamos aos fatos: fazia milênios que não lia um texto tão amarrado, não consegui encontrar furos ou pontas soltas. Um texto intenso que te leva do riso às lagrimas, da tensão à perplexidade num instante.  

Não posso deixar de mencionar que o livro tem de um tudo, cenas eróticas, de amor, de suspense, de mistério, há agentes da CIA, cowboys, banda de rock e para finalizar até cenas cômicas.  

Além da loucura total, a história é muito inteligente e bem escrita. E o casal principal Dario e Júlia são de matar, praticamente uma bomba a explodir a qualquer momento. Além disto, os personagens “secundário” são maravilhosos, com certeza são estes que dão ritmo ainda mais intenso a estória.
Simplesmente amei!!!!! 

RECOMENDADÍSSIMO!!!!



Contra Capa:

Identidade

Dario é um fazendeiro rústico, controlador, autoritário e extremamente sexy. Acostumado a ter tudo que deseja em seus próprios termos, seu único objetivo é encontrar uma mulher, casar e ter herdeiros. Porém, Dario é insuportável e nenhuma mulher até hoje conseguiu ficar ao seu lado por mais de 24 horas. 

Seu mundo vira de cabeça para baixo quando encontra uma bela jovem desmaiada em suas terras. Sem saber o que fazer, ele a leva para sua casa e a mantém cativa até que ela recobre a consciência. Contudo, o que ele não esperava era descobrir que ela perdeu completamente a memória e que despertaria nele seus desejos mais primitivos.
terça-feira, 6 de outubro de 2015
Título original: If Winter Comes
Título: Quando o Inverno Chegar
Autor: Diana Palmer
Tradução: Maria Olivier
Editora: Harlequin
Ano: 2007
Comprar: Infelizmente só no sebo


Resenha:

Bom, o romance é simples, a mocinha é uma jovem jornalista e o mocinho é um prefeito muito rico. Eles se envolvem e se apaixonam. Mas, ela tem que investigar uma denuncia de suborno envolvendo diretamente o prefeito.

Pra mim é fácil entender, todo o desenrolar da investigação e a publicação da matéria, e depois, a segunda matéria de retratação. Sei como é a pressão para se publicar um furo de reportagem. Mesmo quando se tem todas as provas, de um fato ou de acusação, o ético e procurar investigar os dois lados de uma noticia. 

Mas, infelizmente, a pressão e a falta de tempo levam muitos editores a publicar matérias que no dia seguinte serão desmentidas. E mesmo que o jornal se retrate no dia seguinte, nunca se consegue apagar por completo o que foi dito no dia anterior. 

Por isso, entendo tanto a mocinha e o mocinho. Talvez, até melhor a mocinha, porque também sou jornalista e sei como são as mazelas da profissão.

RECOMENDADÍSSIMO!!!!!!! 



Contra Capa:

QUANDO O INVERNO CHEGAR

O carismático prefeito de Phoenix, Bryan Moreland, já havia conquistado a devoção dos eleitores, e estava a caminho de conseguir o voto da repórter Carla Maxwell… até ela descobrir que o adorado líder não era tudo que proclamava ser. Havia suspeitas de que ele estivesse envolvido em fraudes. Como repórter, ela teria que investigar o assunto a fundo. Como mulher, seu desejo era se atirar nos braços do sexy prefeito. Ou será que ele a seduzia por motivos alheios ao coração?



Obs.: Se você quer saber mais sobre a autora Diana Palmer e seus livros entre no blog: 
http://su-romanticgirl.blogspot.com.br/  da "Suelen Mattos" a nossa especialista em Diana Palmer aqui no Brasil.
domingo, 4 de outubro de 2015
Título: Uma Janela Em Copacabana 
Autor: Luiz Alfredo Garcia-Roza
Série: Espinosa 04
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2001
Comprar: Nos seguintes sites: Amazon, Americanas, Submarino, Livraria Saraiva, Livraria Cultura, Livraria Folha 


Resenha:

Cada vez que leio um livro do Garcia-Roza mais apaixonada fico, tenho esse amor incondicional e platônico pelo delegado Espinosa.

O delegado é tão fascinante, um homem da lei tão distraído com sua própria segurança ou com o que está acontecendo ao seu redor, ainda mais quando está perdido em pensamentos e conjecturas sobre seus casos.

É obvio que essa falta de preocupação consigo mesmo é o charme do personagem, mas ao mesmo tempo é assustador, porque uma pessoa como ele é alvo fácil. Na realidade Espinosa é mais um intelectual apaixonado por Literatura do que em homens da lei, um delegado.

Neste quarto volume além das investigações e dos crimes que se desenrolam há um fato me chamou atenção: Espinosa menciona como conheceu sua namorada Irene, fazia tempo que queria saber como eles se conheceram.

Só para concluir algo que já é obvio: Welber é uma versão mais jovem de Espinosa, pelo menos na minha visão. Eles pensam da mesma forma e isso só aumenta ao passar dos anos. Além é claro que o jovem investigado tem tiradas simples, mas fantásticas.

Outro personagem fascinante e intrigante é a socialite Serena, até quase no final da leitura não tinha conseguido entender quem ela realmente era, mas, não fiquei surpresa com as revelações.

A conclusão que Espinosa chegou sobre todos os crimes e mistérios deste livro foi simplesmente espetacular.

RECOMENDADÍSSIMO!!!!



Contra Capa:

Copacabana, Rio de Janeiro. Três policiais são executados em curto espaço de tempo. Eram tiras medíocres, e suas mortes têm muito em comum. Foram eliminados por um assassino frio, que não deixa rastro e costuma disparar à queima-roupa.

De imediato, o mundo policial entra em rebuliço. Quem estaria disposto a correr o risco de sair matando tiras, ainda que inexpressivos? Gente ligada ao tráfico de drogas? À própria polícia? E por quê?

Em meio às confusões de seu cotidiano de livros sem estantes e mulheres fugidias, o delegado Espinosa, titular da 12º DP, tem poucos elementos para desvendar o caso. Ele e sua equipe enfrentam olhares temerosos e desconfiados dos colegas, muitos deles comprometidos com a corrupção. Percorrendo as ruas de sua geografia predileta, entre os bairros do leme e de Copacabana, o delegado irá deparar-se com outras mortes e com os mistérios da insinuante esposa de um membro do primeiro escalão do governo federal.
sexta-feira, 2 de outubro de 2015
Título original: Taken
Título: Domado 
Autor: Lori Foster
Tradução: Ana Helena Garcia
Série: Provas de Amor 02.1
Editora: Harlequin
Ano: 2010
Comprar: Infelizmente só no sebo.


Resenha: 

Título perfeito, Virginia definitivamente consegue domar Dillon. 

A estória sem dúvida é um bom exemplo para explicar aquela velha teoria que cada balaio tem a sua tampa ou cada garfo tem sua colher.

Porque o mocinho é perfeito para a mocinha. 

Não só porque ele é tão decidido, forte e determinado tanto quanto ela. Mas porque Dillon consegue despertar o lado mais feminino de Virginia, ela se sente um mulherão perto dele.

Amo romances assim, além do amor e paixão despertam o melhor cada personagem. Sem dúvida é um ótimo livro e uma leitura extremamente agradável.

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Contra Capa:

Provas de Amor 

Domado


A investigação que levou Dillon Oaks a ter um caso com Virginia Johnson logo se tornaria algo além de simplesmente descobrir quem armara uma cilada para o irmão dele. Enquanto buscava a verdade, Dillon se sentia cada vez mais atraído pela personalidade forte e o charme de Virginia. Era difícil seguir seu código de honra… mas será que Virginia teria a mesma preocupação de Dillon?

Quem sou eu

Minha foto

Sou Jornalista, artesã, corredora(pelo menos tô começando), leitora fanática..., mas tem a cara de pau de achar que ainda pode dar conta de um blog, acredita?

Facebook

Visualizações

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquise no blog

Meus livros no Skoob

Instagram

Popular Posts

Goodreads

Adriana's books

This Calder Sky
5 of 5 stars
Os Donos da Terra Janet Dailey Isabel Paquet de Araripe A Saga da Família Calder 01 Record 1983 Já devo ter mencionado, em outra resenha de algum livro da Janet Dailey, mas é necessário reforçar. Os personagens que está autora cria são ...
The Unexpected Millionaire
5 of 5 stars
Inesperado Susan Mallery The Million Dollar Catch 02 Harlequin 2014 Meu Deus!!! Como não se apaixonar por Willow? Impossível, é uma personagem cativante, hilária, espertinha, carinhosa e solidária. Não é atoa que Kane se apaixona d...
Das Kartengeheimnis
5 of 5 stars
O Dia do Curinga Jostein Gaarder Cia. Das Letras Ano: 1999 Já vou avisando, qualquer exagero, disparate, heresia ou algo que valha; escrito por mim nesta resenha, não pode ser classificado com absurdo, ok? Porquê? Muito simples. Sou ...
1808
5 of 5 stars
1808 Laurentino Gomes Planeta 2009 Apesar de estar ligado à história, Laurentino Gomes não é historiador ou biografo. Ele é jornalista. Por isso, talvez, posso dizer que este livro tem uma linguagem e uma compreensão dinâmica. Com mu...
Dance to the Piper
5 of 5 stars
Maddy Nora Roberts Os OHurley 02 Harlequin 2014 Não há dúvidas que Maddy é a mais maluquinha das trigêmeas. Identifiquei-me com muito com ela. É uma pessoa positiva, sem medo de arriscar e encarar o desconhecido. Quando se apaixona...

goodreads.com

Translate

Follow by Email