sábado, 29 de outubro de 2016
Título original: The Glory Game
Título: Amor Em Jogo
Autor: Janet Dailey
Tradução: Marija Mendes Bezerra
Editora: Círculo do Livro/Record
Ano: 1985
Comprar: Infelizmente só nos sebos.


Resenha:

Tive todos os sentimentos possíveis que uma pessoa pode ter durante a leitura de um livro. Na realidade não deveria estar surpresa com este fato, pois já li livros o suficiente da autora Janet Dailey para saber que ela sempre consegue despertar todos os sentimentos bons e ruins no leitor. Mas não irei entrar no mérito desta questão, porque sou muito fã da autora, procurarei me ater ao texto, a história em si.

Quando penso que nada pode me surpreender aparece essa Luz, que personagem é esse? Sua vida é cheia de reviravoltas, vai da perfeição ao fundo do poço, depois para felicidade pela e logo em seguida volta para o fundo do poço de uma forma que achei que a coitada jamais sairia. É neste momento que a habilidade suprema da autora se apresenta para resgatar a moça do abismo, e a bela Luz volta como uma Fenix.

Vou ser sincera como não deveria ser, mas não poderia ser diferente, todos que me acompanha sabem da minha aversão aos latinos europeus, também não sou fã dos argentinos, apesar de ter namorado um meio-argentino. Bom, mesmo assim, Raul, por incrível que possa parecer, foi extraordinário, a forma que ele amou e apoiou Luz em todos os momentos foi emocionante. E o epílogo só reforçou minha eterna admiração por ele. Mas convenhamos, o rapaz é mais um cidadão do mundo que argentino.  

RECOMENDADÍSSIMO!!!! 



Contra Capa: 

“Amor em Jogo 
revela a história dramática de uma mulher para 
redescobrir o orgulho, a confiança e a 
coragem de amar de novo.”

Luz Kincaid Thomas tem tudo – riqueza, um lindo casal de filhos adolescentes, prestígio, beleza e amor – até que o marido resolve trocá-la por uma mulher mais jovem. Subitamente desamparada, Luz vê-se à mercê do medo, da solidão e da rebeldia dos filhos. 

Ao conhecer Raul Buchanan, um argentino irresistível, campeão de polo, Luz mergulha numa paixão nunca antes sentida – e passa a competir com a própria filha por esse homem mais jovem do que ela. 

De Palm Beach a Paris, da Inglaterra à Argentina.



Obs.: ...a versão que os argentinos tem dos “gaúchos” é muito interessante, vale o destaque. 

quarta-feira, 19 de outubro de 2016
Título original: To Touch A Sheikh
Título: Como Tocar Um Sheik
Autor: Olivia Gates
Tradução: Rafael Bonaldi
Série: Orgulho de Zohayd 03
Editora: Harlequin
Ano: 2012
Comprar: É possível compra nos sites: www.saraiva.com.br e www.amazon.com.br ou em uma boa banca de jornais.


Resenha:

Belíssima história de amor, vale dar uma olhadinha mesmo que de leve. Olivia soube como ninguém preparar o leitor para está história, principalmente com os dois volumes anteriores, mostrando um Amjad descrente em relação ao amor e as mulheres, por isso é delicio observá-lo sucumbir perante aquilo que ele não acredita. Coitado não tem noção da capacidade desse sentimento absoluto. 

Como já era esperado o sheik e príncipe herdeiro Amjad não é como os irmãos mais novos. É um homem desiludido que sofreu a maior traição da pessoa que deveria amá-lo e respeitá-lo. Essa armadilha o transformou num homem amargo e frio.

A bela princesa Maram fará de um tudo para resgatar o homem sem coração. Mas tudo vai depender da boa vontade do sheik, mal sabe ela que o príncipe frio tem intenções nada românticas, pelo contrário.  

Amjad se aproveita de uma tempestade de areia para colocar seu plano em ação. Dias depois, com o fim da tempestade ele se vê apaixonado e com um problema ainda maior. Agora cabe a Maram por fim ao mistério que cerca o Orgulho de Zohayd e resgatar a alma do futuro rei. 

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Contra Capa:

A redenção de um sheik.
Ninguém consegue burlar as defesas do sheik Amjad Aal Shalaan. Ninguém. Mas quando a princesa Maram pareceu no baile de gala de Amjad no lugar do pai dela, destruindo os planos dele de recuperar o que fora roubado de sua família, Amjad ficou furioso... e aproveitou-se de uma estranha tempestade de areia para torná-la sua amante e prisioneira. Salva por um homem que sempre amou a distância, Maram percebeu que tinha a chance de fazer Amjad vê-la como uma mulher. Sua mulher. Mas ambos não estavam preparados para o resultado de seus desejos…



Sinopse:

Assim que Amjad Aal Shalaan apareceu no primeiro livro da trilogia Orgulho de Zohayd, tive certeza: ele se tornaria, de longe, o meu herói favorito. Apesar de quase não ter sobrevivido a uma traição e ter jurado nunca mais pensar no melhor dos outros, o que mais me encanta neste personagem é o fato de ter se escondido tanto tempo por trás de um impenetrável cinismo, e depois passar a acreditar ser indiferente e invulnerável.

Por isso, eu nunca me diverti tanto escrevendo e escolhendo cada palavra e pensamento maldosamente irreverente de Amjad. E a diversão aumentou ainda mais quando eu lhe dei a única heroína que poderia desarmá-lo de todas as formas… e daí eu só os observei se engalfinharem e se apaixonarem perdidamente.

Com este livro, a trilogia Orgulho de Zohayd chega ao fim. Para mim, foi uma jornada emocionante que termina com chave de ouro. Espero que você goste deste livro e dos dois anteriores tanto quanto eu amei escrevê-los.

Adoraria ouvir sua opinião, então, entre em contato pelo e-mail oliviagates@gmail.com e visite o site www.oliviagates.com . Também adoraria que fosse minha amiga no Facebook ou me seguisse pelo Twitter.

Boa leitura!
Olivia Gates

quarta-feira, 12 de outubro de 2016
Título original: Colters’ Daughter
Título: A Filha Dos Colters
Autor: Maya Banks
Tradução: Rachael
Série: Colters’ Legacy 03
Editora: Samhain Publishing
Ano: 2011
Comprar: Em português somente ebook. ( Ficou interessado em ler, escreva um comentário contendo seu email.)


Resenha:

Esse livro não me convenceu. A história não é ruim, mas o Max peca quando deseja total e indefinida submissão, mas o problema é que o gostosão não diz a verdade.

Assim não é possível meu amor!!! 

Não existe!!!! Quando se quer o poder total e absoluto, no mínimo, há necessidade de ser verdadeiro. Falar tudo pra que a outra pessoa, que no caso é a Callie, que vai abrir mão do controle de sua vida, saiba pra quem ela está abrindo mão de seus direitos.

É muito fácil controlar uma pessoa, ainda mais quando essa pessoa está totalmente no escuro.

O grande problema é que os dois primeiros livros eram ménage, onde os homens eram totalmente devotados a uma única e exclusiva mulher. Tipo três homens para uma mulher. 

Agora me veem com o terceiro livro, mega esperado, de dominação. Me poupe!!!

Não tenho nada contra a dominação, pelo contrário, acho extremamente quente, mas para que a dita cuja seja realizada de forma a dar prazer para os envolvidos é de suma importância que as pessoas exponha seus sentimentos, sua aflições, seus desejos e principalmente diga especificamente o que quer e o que pode dar para outro, e isso infelizmente não aconteceu, não há dominação quando há mentira. Na realidade não há relacionamento que dure a uma mentira.

Sorry!!! 



Contra Capa:

Ele a deixou ir uma vez. Desta vez ele está jogando pra valer. Callie Colter perseguiu o pôr do sol em todo o mundo uma vez. Até Max. Juntos, eles eram uma perfeita tempestade de desejo e ela se deleitava na beleza do fogo. Então, ele desapareceu sem nenhuma palavra, e a traição a levou de volta para casa, para lamber suas feridas. Quem diria que ele teria a ousadia de mostrar a cara no bar do seu irmão. Max Wilder imaginava que merecia o gancho de direita de Callie em sua mandíbula, mas isso não mudava nada. Ele teve suas razões para segui-la por toda a Europa e fazê-la se apaixonar por ele. Mas quando ela tomou tudo que lhe deu e ofereceu mais, ela mudou todas as regras e ele não teve escolha a não ser deixá-la. Mas agora está de volta e desta vez pelas razões certas. Callie está zangada, magoada e ainda impotente contra a investida implacável de Max. Ele não vai se contentar com nada menos que sua completa rendição — e seu amor. Só quando ela voltar para seus braços, ele será verdadeiramente feliz e a maldita verdade pode ficar guardada e a salvo. Exceto que a verdade tem um modo de rastejar para a superfície, e agora Max pode não ter uma segunda chance.
quarta-feira, 5 de outubro de 2016
Título original: Iron  Cowboy
Título: Coração de Aço
Autor: Diana Palmer
Tradução: Maurício Araripe
Série: Homens do Texas 37
Editora: Harlequin
Ano: 2008
Comprar: Infelizmente só nos sebos.


Resenha:

A nossa adorável Sara, livreira, de Jacobsville, Texas. Não se deixou intimidar pelo poderoso e frio rancheiro Jared. 

Tudo bem, ela se esqueceu de mencionar alguns detalhes, mas quem não tenta parecer melhor do que é na realidade? Toda pessoa apaixonada faz isso. Também porque ele tem que ter aquele ar de sabichão. 

Não é bem assim, da forma que estou colocando parece que tudo é muito simples, mas na realidade Jared tem mais problemas que deveria ter e Sara aparece na sua vida num momento difícil, e tudo fica cada vez mas complicado, mas nem tudo está perdido, ainda mais quando temos Cash Grier para resolver alguns problemas... 

Sério, Cash é tudo que um bom romance precisa, já li vários livros da série homens do Texas, onde ele só é mencionada e mesmo assim faz há maior difereança, tem cabimento uma coisa destas? Adoro esse homem da lei...

Leia, é ótimo!

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Contra Capa:

Coração de Aço

O rancheiro Jared Cameron era um mistério para todos em Jacobsville. E ele gostava das coisas como estavam. Apenas Sara, uma adorável livreira, se atreveu a invadir sua privacidade... e informá-lo de que um livro sobre ogros seria bastante apropriado para um homem com sua personalidade.Encantado com tamanha audácia, Jared decide seduzi-la... mas o relacionamento que floresce entre os dois logo leva Sara a um mundo secreto de intrigas... agora, o caubói de aço precisa se preparar para a luta de sua vida... e a guerra por seu coração. 



Obs.: Se você quer saber mais sobre a autora Diana Palmer e seus livros entre no blog: 
http://su-romanticgirl.blogspot.com.br/  da "Suelen Mattos" a nossa especialista em Diana Palmer aqui no Brasil.

Quem sou eu

Minha foto

Sou Jornalista, artesã, corredora(pelo menos tô começando), leitora fanática..., mas tem a cara de pau de achar que ainda pode dar conta de um blog, acredita?

Facebook

Visualizações

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquise no blog

Meus livros no Skoob

Instagram

Popular Posts

Goodreads

Adriana's books

This Calder Sky
5 of 5 stars
Os Donos da Terra Janet Dailey Isabel Paquet de Araripe A Saga da Família Calder 01 Record 1983 Já devo ter mencionado, em outra resenha de algum livro da Janet Dailey, mas é necessário reforçar. Os personagens que está autora cria são ...
The Unexpected Millionaire
5 of 5 stars
Inesperado Susan Mallery The Million Dollar Catch 02 Harlequin 2014 Meu Deus!!! Como não se apaixonar por Willow? Impossível, é uma personagem cativante, hilária, espertinha, carinhosa e solidária. Não é atoa que Kane se apaixona d...
Das Kartengeheimnis
5 of 5 stars
O Dia do Curinga Jostein Gaarder Cia. Das Letras Ano: 1999 Já vou avisando, qualquer exagero, disparate, heresia ou algo que valha; escrito por mim nesta resenha, não pode ser classificado com absurdo, ok? Porquê? Muito simples. Sou ...
1808
5 of 5 stars
1808 Laurentino Gomes Planeta 2009 Apesar de estar ligado à história, Laurentino Gomes não é historiador ou biografo. Ele é jornalista. Por isso, talvez, posso dizer que este livro tem uma linguagem e uma compreensão dinâmica. Com mu...
Dance to the Piper
5 of 5 stars
Maddy Nora Roberts Os OHurley 02 Harlequin 2014 Não há dúvidas que Maddy é a mais maluquinha das trigêmeas. Identifiquei-me com muito com ela. É uma pessoa positiva, sem medo de arriscar e encarar o desconhecido. Quando se apaixona...

goodreads.com

Translate

Follow by Email