terça-feira, 2 de janeiro de 2018
Título original: The Youngs: The Brothers Who Built AC/DC
Título: Os Youngs: Os Irmãos Que Criaram o AC/DC
Autor: Jesse Fink
Tradução: Marcelo Hauck
Editora: Gutenberg
Ano: 2015
Comprar: Nos seguintes sites: Amazon, Americanas, Submarino, Livraria Saraiva, Livraria Cultura e Livraria Folha entre outros


Resenha:

Antes de qualquer coisa devemos compreender alguns fatos que são inerentes, não adianta tentar, os Youngs não falam, no máximo que temos são pouquíssimas entrevistas de minutos ou uma entrevista onde nada que seja realmente interessante seja dito. Sim, eles são arredios, mal-humorados e rústicos. E toda essa aura de mistério só serviu para aumentar o folclore em cima da banda, e sem dúvida é o que os irmãos querem ou melhor queriam.

Quando comecei a ler este livro, 2017, os três irmãos George, Malcolm e Angus Young ainda estavam vivos, saudáveis não sei dizer, pois diziam que Malcolm estava cada dia pior em relação a Demência e George o mais velho esta com a idade avançada para um músico. George faleceu no dia 22 de outubro de 2017 e Malcolm faleceu 18 de novembro de 2017, menos de um mês de diferença. Agora Angus está só!!!

Depois desta pequena lembrança, voltemos ao livro, como é possível escrever uma biografia de três pessoas sem que elas deem a sua versão dos fatos, claro que há varias biografias não autorizadas, mas estas trazem relatos de pessoas que viveram e vivenciaram os fatos ao lado dos artistas, no caso dos Youngs as pessoas próximas não falam.

Eles são tão fechados que seus amigos íntimos são tão fechados como eles. Assim fica impraticável, porque a maioria dos relatos são de pessoas que passaram pela vida dos Youngs, mas de certa forma foram excluídos, obviamente há muito ressentimento, amargura e um que de vingança contra os irmãos.

Pra mim, ficou claro que os irmão mudaram muito de comportamento depois da morte Bon Scott, musicalmente nada mudou, mas os caras que já eram difíceis, introvertidos, se fecharam ainda mais no mundinho particular deles e pouquíssimas pessoas fazem parte deste mundo.

Como Jesse Fink definiu muito bem com a morte de Bon Scott, os Youngs perderam “... o vocalista, amigo, guia, fonte de inspiração e letrista.” E ainda tenho pra mim, que principalmente Malcolm, até seu último minuto de vida, não perdoou Bon por tê-los deixado na mão.

E que Black In Black e os próximo dois álbuns da banda foi de certa uma resposta a Bon. Como quem diz: você nos deixou, mas nós vamos continuar e vamos dar algumas letras que você trabalhou pro novo vocalista, vingança!!! Claro todo este parágrafo pode ser paranoia da minha parte, mas que as vezes acho que realmente aconteceu isso. Faz parte do grande folclore da banda.

Pra mim é difícil não imaginar Bon Scott cantando Black In Black, You Shook Me All Night Long, Hells Bells e Thunderstruck. As vezes fechos os olhos e sinto as batidas da música, imagino e consigo ouvir Bon canto Hells Bells e Thunderstruck. É simplesmente emocionante, não consigo conter as lágrimas.

Apesar da falta de colaboração dos Youngs, acho interessante ler os depoimentos de todas as pessoas que um dia trabalharam os geniais irmão, e que apesar do recentemente de alguns, ainda assim podemos perceber que mesmo havendo mágoas, eles não negam que os irmãos foram maravilhosos na parte musical!

Recomendo!!!!



Contra Capa:

Da Escócia para a Austrália. Das ruas e dos pequenos clubes para os estádios e os grandes festivais de rock ao redor do mundo. Com mais de 200 milhões de álbuns vendidos, o AC/DC não é apenas uma das maiores bandas de rock ainda na ativa. É uma família e um grande império, construído pelos irmãos George, Malcolm e Angus Young. E é essa a história contada neste livro, que já foi publicado em quase vinte países, considerado uma das biografias recentes de músicos mais originais já escritas, e selecionado como o melhor livro do gênero pelo AllMusicBooks.com.


Ele conta a extraordinária trajetória por trás desse gigante comercial e musical, revelando alguns dos segredos de seus componentes, sua criatividade e personalidade, e a escalada empreendedora da banda até o topo. Com informações extremamente recentes, reúne relatos de ex-membros do AC/DC e de músicos de bandas como Guns N’ Roses, Rose Tattoo e Dropkick Murphys, e mostra porque o AC/DC consegue manter o mesmo som e a mesma identidade por tantas décadas, entrelaçando a história da banda com a da cena musical que cresceu junto com ela, em um texto apaixonado e descontraído, feito de fã para fã.

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto

Sou Jornalista, artesã, corredora(pelo menos tô começando), leitora fanática..., mas tem a cara de pau de achar que ainda pode dar conta de um blog, acredita?

Facebook

Visualizações

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquise no blog

Meus livros no Skoob

Instagram

Popular Posts

Goodreads

Adriana's books

This Calder Sky
5 of 5 stars
Os Donos da Terra Janet Dailey Isabel Paquet de Araripe A Saga da Família Calder 01 Record 1983 Já devo ter mencionado, em outra resenha de algum livro da Janet Dailey, mas é necessário reforçar. Os personagens que está autora cria são ...
The Unexpected Millionaire
5 of 5 stars
Inesperado Susan Mallery The Million Dollar Catch 02 Harlequin 2014 Meu Deus!!! Como não se apaixonar por Willow? Impossível, é uma personagem cativante, hilária, espertinha, carinhosa e solidária. Não é atoa que Kane se apaixona d...
Das Kartengeheimnis
5 of 5 stars
O Dia do Curinga Jostein Gaarder Cia. Das Letras Ano: 1999 Já vou avisando, qualquer exagero, disparate, heresia ou algo que valha; escrito por mim nesta resenha, não pode ser classificado com absurdo, ok? Porquê? Muito simples. Sou ...
1808
5 of 5 stars
1808 Laurentino Gomes Planeta 2009 Apesar de estar ligado à história, Laurentino Gomes não é historiador ou biografo. Ele é jornalista. Por isso, talvez, posso dizer que este livro tem uma linguagem e uma compreensão dinâmica. Com mu...
Dance to the Piper
5 of 5 stars
Maddy Nora Roberts Os OHurley 02 Harlequin 2014 Não há dúvidas que Maddy é a mais maluquinha das trigêmeas. Identifiquei-me com muito com ela. É uma pessoa positiva, sem medo de arriscar e encarar o desconhecido. Quando se apaixona...

goodreads.com

Translate

Follow by Email