sexta-feira, 22 de maio de 2015
Título: Ópera de Sabão 
Autor: Marcos Rey
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2003
Comprar: Nos seguintes sites: Livraria Saraiva e Livraria Folha


Resenha:

O que dizer desta obra espetacular do maravilhoso e genial Marcos Rey? Que não é uma novela ou folhetim convencional. Que com seu humor e perspicácia o autor desconstrói as estruturas de um bom dramalhão mexicano. Que na realidade ele constrói uma comédia inteligente. Sim, Ópera de Sabão é uma comédia que nos faz pensar.

Só por curiosidade, o título é uma brincadeira, "Ópera de Sabão" é a tradução literal de "Soap Óperas", programas americanos de rádio que na época eram patrocinados por marcas de sabão e sabonete. Quando digo época leiam década de 50.

Imagine nesta década de 50, os valores morais e educacionais eram outros. A televisão apenas dava seus primeiros passos e as rádios ainda davam o que falar. E para nos situar ainda mais no período e no tempo, temos o suicídio de Getúlio Vargas, presidente da república. Esta morte é o estopim para toda trama deste "novelão".

Vamos à história, então, temos uma família típica da época, o pai em seu desatino pela morte de Getúlio, se nomeia o próprio vingador do presidente, e diz que vai para o Rio de Janeiro matar Carlos Lacerda. A mãe apresenta um programa de rádio, onde dá conselhos de boas maneiras e conduta, uma mulher totalmente apegada aos valores morais, pelo menos no seu programa.

Os rapazes, 2 filhos, figuras totalmente patéticas que oscilam entre o sexo e a vingança do pai. Já a filha, uma menina-mulher, se rebela, já não tem os mesmos sonhos das moças de sua época, ela quer mais, quer dinheiro e ascensão social.

É assim, sem amor, mas com muito dinheiro que a família e o Brasil se transformam. O país deixa de ser agrícola, para se emparelhar com os países desenvolvidos, com a febre das siderúrgicas e das máquinas. Já a família deixa de ser classe média para viver como os novos ricos.

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Contra Capa:

O Brasil que está aqui dentro é principalmente o dos anos 50. O humor e as emoções, da primeira linha à última, são universais, embora tragam a marca do talento farsesco de Marcos Rey. A trilha sonora em geral são boleros e baiões, ouvidos no rádio ou nas boates da moda. Os personagens, moldados na melhor tradição picaresca urbana, se não são jovens curiosos por sexo e ávidos por ascensão social, são gente mais velha às voltas com suas derradeiras e envolventes peripécias na vida ativa.

Mas, calma: tem também uma cantora de bolero, voluptuosamente fatal e uruguaia, uma senhora gorducha e sensual que se compraz em tocar no piano saltitantes chorinhos de Ernesto Nazareth para o amante, uma decadente conselheira de programa radiofônico em plena crise moral, uma tola senhorita que se deixa levar por um galã de bairro a um terreno baldio para apreciar o luar... 

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto

Sou Jornalista, artesã, corredora(pelo menos tô começando), leitora fanática..., mas tem a cara de pau de achar que ainda pode dar conta de um blog, acredita?

Facebook

Visualizações

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquise no blog

Meus livros no Skoob

Instagram

Popular Posts

Goodreads

Adriana's books

This Calder Sky
5 of 5 stars
Os Donos da Terra Janet Dailey Isabel Paquet de Araripe A Saga da Família Calder 01 Record 1983 Já devo ter mencionado, em outra resenha de algum livro da Janet Dailey, mas é necessário reforçar. Os personagens que está autora cria são ...
The Unexpected Millionaire
5 of 5 stars
Inesperado Susan Mallery The Million Dollar Catch 02 Harlequin 2014 Meu Deus!!! Como não se apaixonar por Willow? Impossível, é uma personagem cativante, hilária, espertinha, carinhosa e solidária. Não é atoa que Kane se apaixona d...
Das Kartengeheimnis
5 of 5 stars
O Dia do Curinga Jostein Gaarder Cia. Das Letras Ano: 1999 Já vou avisando, qualquer exagero, disparate, heresia ou algo que valha; escrito por mim nesta resenha, não pode ser classificado com absurdo, ok? Porquê? Muito simples. Sou ...
1808
5 of 5 stars
1808 Laurentino Gomes Planeta 2009 Apesar de estar ligado à história, Laurentino Gomes não é historiador ou biografo. Ele é jornalista. Por isso, talvez, posso dizer que este livro tem uma linguagem e uma compreensão dinâmica. Com mu...
Dance to the Piper
5 of 5 stars
Maddy Nora Roberts Os OHurley 02 Harlequin 2014 Não há dúvidas que Maddy é a mais maluquinha das trigêmeas. Identifiquei-me com muito com ela. É uma pessoa positiva, sem medo de arriscar e encarar o desconhecido. Quando se apaixona...

goodreads.com

Translate

Follow by Email