quarta-feira, 8 de abril de 2015
Título: O Silêncio da Chuva
Autor: Luiz Alfredo Garcia-Roza
Série: Espinosa 01
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2012
Comprar: Nos seguintes sites: Americanas, Submarino, Livraria Saraiva, Livraria Cultura, Livraria Folha e Amazon


Resenha:

Gostaria muito de ter a oportunidade de conversar com o autor, para saber como ele criou o personagem Espinosa, psicologicamente e sentimentalmente dizendo.

Pois ao mesmo tempo em que o personagem é excêntrico, ele parece tão normal, apesar das maluquices ele está tão próximo de nós leitores. Obvio que me identifico muito com Espinosa.

Fiquei muito feliz com a definição que o autor coloca na fala de Espinosa, o classificando como um "estrangeiro" no meio de seus iguais. É uma definição perfeita, pena que não consegui observar isso desde o princípio, há três livros que venho tentando defini-lo sem sucesso. Agora é desnecessário. Alívio!!!

Apesar do inspetor da polícia se sentir um "estrangeiro" na sua essência. Isso não significa que Espinosa seja um homem frustrado ou amargurado, pelo contrário. Vejo que ele se sente feliz desta forma.

Tudo se deve também, porque ele criou o seu próprio mundo, onde a imaginação e a fantasia ocupam a maior parte do seu cotidiano. Isso tudo sem que ele deixe de ser extremamente racional. É controverso mas é totalmente possível é real.

E neste caso, do executivo morto num edifício-garagem, só deixa tudo mais evidente. As tendências do inspetor a reflexão e as imaginações. Ainda mais quando não se tem provas, pistas, evidências e muito menos testemunhas.

Nosso querido e futuro delegado terá que colocar toda a sua capacidade imaginativa a função deste caso, se quiser encontrar uma solução por mais absurda que possa parecer.

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Contra Capa:

Primeiro romance policial de Luiz Alfredo Garcia-Roxa, "O Silêncio da chuva" recebeu os prêmios Nestlé e Jabuti e foi publicado em nove países. É também a estreia de Espinosa - personagem de outros quatro livros do autor -, um detetive que costuma refletir sobre a vida (e a morte) olhando o mar, sentado num banco da praça Mauá.

Neste seu caso inicial, um executivo é encontrado morto ao volante do próprio carro, num edifício-garagem no centro do Rio. Levou um tiro, único e definitivo, mas não há outros sinais de violência: é um morto de indiscutível compostura. O que só atrapalha as coisas, nesse crime sem testemunhas e aparentemente sem pistas.

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto

Sou Jornalista, artesã, corredora(pelo menos tô começando), leitora fanática..., mas tem a cara de pau de achar que ainda pode dar conta de um blog, acredita?

Facebook

Visualizações

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Seguidores

Pesquise no blog

Meus livros no Skoob

Instagram

Popular Posts

Goodreads

Adriana's books

This Calder Sky
5 of 5 stars
Os Donos da Terra Janet Dailey Isabel Paquet de Araripe A Saga da Família Calder 01 Record 1983 Já devo ter mencionado, em outra resenha de algum livro da Janet Dailey, mas é necessário reforçar. Os personagens que está autora cria são ...
The Unexpected Millionaire
5 of 5 stars
Inesperado Susan Mallery The Million Dollar Catch 02 Harlequin 2014 Meu Deus!!! Como não se apaixonar por Willow? Impossível, é uma personagem cativante, hilária, espertinha, carinhosa e solidária. Não é atoa que Kane se apaixona d...
Das Kartengeheimnis
5 of 5 stars
O Dia do Curinga Jostein Gaarder Cia. Das Letras Ano: 1999 Já vou avisando, qualquer exagero, disparate, heresia ou algo que valha; escrito por mim nesta resenha, não pode ser classificado com absurdo, ok? Porquê? Muito simples. Sou ...
1808
5 of 5 stars
1808 Laurentino Gomes Planeta 2009 Apesar de estar ligado à história, Laurentino Gomes não é historiador ou biografo. Ele é jornalista. Por isso, talvez, posso dizer que este livro tem uma linguagem e uma compreensão dinâmica. Com mu...
Dance to the Piper
5 of 5 stars
Maddy Nora Roberts Os OHurley 02 Harlequin 2014 Não há dúvidas que Maddy é a mais maluquinha das trigêmeas. Identifiquei-me com muito com ela. É uma pessoa positiva, sem medo de arriscar e encarar o desconhecido. Quando se apaixona...

goodreads.com

Translate

Follow by Email