sexta-feira, 10 de julho de 2015
Título: Suor
Autor: Jorge Amado
Editora: Record
Ano: 1986
Comprar: Nos seguintes sites: Americanas, Submarino, Livraria Saraiva, Livraria Cultura, Livraria Folha e Amazon


Resenha:

Suor mostra a típica visão socialista da grande parte dos autores da época. Extremamente realista, apresenta um grupo de moradores de um prédio na ladeira do Pelourinho, em Salvados, Bahia.

Um cortiço em péssimas condições de higiene, inquilinos famintos, subjugados pelo sistema capitalista, sendo explorados e sem direitos trabalhistas.

O personagem principal é sem dúvida alguma o cortiço, onde vivem homens mulheres, jovens, velhos e crianças. É assim são narradas todas as situações que acontece neste local. As aventuras sexuais dos moradores com prostitutas ou com as duas bichas velhas do prédio.

Também o pensamento religioso dos moradores, o desejo de ajudar a igreja e o medo dos trabalhos de macumba. Os ideais anarquistas que são apresentados por um sapateiro espanhol, aquecem o coração destes inquilinos tão desprovidos.

Felizmente, tudo parece mudar quando vigilância sanitária chaga ao prédio e encontra um foco de mosquitos transmissores, numa privada no porão, e aplica multa. Mas o dono do cortiço se recusa a pagar, tenta coagir os moradores a pagar a multa.

Os moradores se revoltam, querem que o dono do prédio pague a dívida. Eles tomam consciência de que juntos podem acabar com a opressão de que são vítimas.

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Sinopse:

Um casarão do Pelourinho transformado em cortiço, com suas dezenas de moradores pobres e marginalizados, é o ambiente de Suor, publicado em 1934, quando Jorge Amado tinha 22 anos. De modo cru, mas com sua característica prosa envolvente e calorosa - sempre atenta à musicalidade da fala popular -, Jorge narra um cotidiano de miséria, falta de higiene e ausência de perspectivas. Nos quartos precários do cortiço, homens e mulheres convivem com ratos e baratas e dão vazão às pulsões mais básicas.

Os diversos personagens ganham em algum momento o primeiro plano do relato. Há o mascate judeu que percorreu o mundo e fala oito línguas, o homem sem braços que faz propaganda de lojas, a velha prostituta que não consegue mais arranjar freguês, o operário anarquista que vive com um gato, a costureira que sonha com um casamento para a afilhada virgem, entre outras figuras sofridas.

Jorge Amado cria ao mesmo tempo um painel social e um estudo sutil dos sentimentos humanos que florescem nas situações mais adversas. Apesar da dureza do dia a dia, o humor e a solidariedade encontram frestas para se manifestar, e uma crescente consciência política se espalha entre alguns moradores do cortiço.

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto

Sou Jornalista, artesã, corredora(pelo menos tô começando), leitora fanática..., mas tem a cara de pau de achar que ainda pode dar conta de um blog, acredita?

Facebook

Visualizações

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquise no blog

Meus livros no Skoob

Instagram

Popular Posts

Goodreads

Adriana's books

This Calder Sky
5 of 5 stars
Os Donos da Terra Janet Dailey Isabel Paquet de Araripe A Saga da Família Calder 01 Record 1983 Já devo ter mencionado, em outra resenha de algum livro da Janet Dailey, mas é necessário reforçar. Os personagens que está autora cria são ...
The Unexpected Millionaire
5 of 5 stars
Inesperado Susan Mallery The Million Dollar Catch 02 Harlequin 2014 Meu Deus!!! Como não se apaixonar por Willow? Impossível, é uma personagem cativante, hilária, espertinha, carinhosa e solidária. Não é atoa que Kane se apaixona d...
Das Kartengeheimnis
5 of 5 stars
O Dia do Curinga Jostein Gaarder Cia. Das Letras Ano: 1999 Já vou avisando, qualquer exagero, disparate, heresia ou algo que valha; escrito por mim nesta resenha, não pode ser classificado com absurdo, ok? Porquê? Muito simples. Sou ...
1808
5 of 5 stars
1808 Laurentino Gomes Planeta 2009 Apesar de estar ligado à história, Laurentino Gomes não é historiador ou biografo. Ele é jornalista. Por isso, talvez, posso dizer que este livro tem uma linguagem e uma compreensão dinâmica. Com mu...
Dance to the Piper
5 of 5 stars
Maddy Nora Roberts Os OHurley 02 Harlequin 2014 Não há dúvidas que Maddy é a mais maluquinha das trigêmeas. Identifiquei-me com muito com ela. É uma pessoa positiva, sem medo de arriscar e encarar o desconhecido. Quando se apaixona...

goodreads.com

Translate

Follow by Email